31 de ago de 2010

100 anos


Dizem que ser corintiano é diferente. Mas eu não posso concordar. Não porque não acho que seja e, sim, porque, desde que me conheço por gente, nunca amei outro time que não o Corinthians. Nunca sorri, chorei e vibrei por outra camisa que não a alvinegra.

A verdade é que é quase impossível encontrar palavras que descrevam a sensação de torcer para o Timão. É um orgulho que não se mede em títulos. Uma paixão que não se abala com derrotas. E um amor muito maior do que todas as glórias.

Fazer parte de uma das maiores torcidas do Brasil é ser sempre um pouco mais em tudo. Mais feliz. Mais triste. Mais derrotado. Mais vitorioso. Mais chato. Mais fanático. Mais louco. E, entre tantos "mais", ser corintiano é, acima de tudo, ser mais FIEL.

No final das contas, então, será que ser corintiano é realmente diferente? Continuo sem saber. Só sei que o simples fato de ser parte dessa nação me faz sentir especial. Sem razões ou explicações. Apenas faz.

2 comentários:

Nathalya Buracoff disse...

Aeee, Nad!
Sei bem como é esse sentimento de torcedora (mas no meu caso é o São Paulo =) Aee!). E também não consigo descrever como isso pode ser tão intenso. Algo que faz a gente discutir com o amigo por horas, chorar feito criança no fim de um jogo ou então pular e cantar de euforia. "É um orgulho que não se mede em títulos. Uma paixão que não se abala com derrotas. E um amor muito maior do que todas as glórias." É bem isso mesmo. Não importa onde, como ou por que. Torcer é mais do que acreditar. É viver o escudo e ser parte dos onze que entram em campo, às vezes, com muito mais paixão, emoção e garra. Parabéns pelo post.
Beijocas,
Nathy

Maria de Luna disse...

Ser Corintiano não é só torcer por um time, é um estilo de vida. É vibrar com cada vitória, cada gol, cada jogador, mas acima de tudo, e se encher de orgulho com cada derrota e lágrima. É fazer parte de uma nação que nunca vira as costas para os seus guerreiros em campo, que não cobra títulos (que as vezes são mais importantes para os outros do que para nós), é estar presente na arquibancada, independente, da divisão. Ser corintiano é gritar 90 minutos e honrar a camisa 24 horas por dia. Ser corintiano é ser um bando de louco, louco por ti Corinthians, no centenário, sem ter nada (como dizem os invejosos).
Sou Corinthians por mais 100, 200, 300... 1000 anos.
Sou Corinthians!!!